O que é e como funciona o crédito recorrente?

Atualmente, o crédito recorrente é uma das formas de pagamento mais eficazes que existem no mercado. 

Esta é uma das opções oferecidas de cobrança e pagamento recorrente, método de pagamento utilizado por empresas que oferecem serviços e produtos que requerem esse tipo de cobrança, ou seja, que cobram um determinado valor por mês, semana e, até mesmo, por ano. 

Por sua facilidade, segurança e garantia de pagamento, o crédito recorrente vem sendo adotado por empresas de TV a cabo, serviços de streaming, cursos de idiomas, academias, instituições de ensino, entre outras.

Dito isso, entenda o que é e como funciona o crédito recorrente, uma das opções de pagamento recorrente mais utilizada atualmente.

Crédito recorrente: uma forma eficiente e segura de pagamento

Os métodos de pagamento que as empresas oferecem atualmente afetam suas vendas e o pagamento de seus serviços. Isso porque muitas pessoas buscam, cada vez mais, métodos mais simples e seguros de pagamento. 

Além disso, temos de pagar muitos serviços em um único mês e alguns boletos podem passar despercebidos – então, utilizar o crédito recorrente é uma forma de auxiliar e melhorar a experiência do usuário ao utilizar o seu serviço, uma vez que ele não precisa perder tempo em excesso para realizar os pagamentos.

Ademais, meios de pagamento automáticos são os mais procurados, pois garantem que um irá pagar e o outro irá receber. 

Um dos maiores exemplos desse tipo é a cobrança recorrente, que, como o próprio nome indica, é uma forma de cobrança realizada por serviços prestados por assinatura ou contrato. Esse tipo de cobrança é realizada por uma plataforma de billing, e pode ser feita de forma mensal, semanal, anual ou diariamente.

A partir da cobrança, ocorre o pagamento recorrente, ou seja, elas são pagas automaticamente pelo banco. Esse serviço possui três tipos de cobrança e pagamento recorrente, são eles: 

Esses três modelos garantem que o cliente poderá escolher a melhor forma para ele pagar, atendendo às suas necessidades. Por isso, é importante oferecer mais de um meio de pagamento para seus serviços e produtos – neste caso, débito recorrente, crédito recorrente ou boleto recorrente.

A cobrança automática é encerrada quando o tempo de contrato ou assinatura acabarem. Além disso, o cliente pode cancelar o pagamento recorrente quando desejar, porém os serviços serão encerrados no mesmo momento.

Pagamento recorrente x Pagamento parcelado

Pagamento recorrente, ou cobrança recorrente, é bem diferente do pagamento parcelado. Isso porque o parcelamento implica no faturamento do valor total pela empresa de cartão de crédito, que abate aquele valor de seu limite de crédito. 

Sendo assim, se você possui 500 reais de limite e faz um parcelamento de 200 reais, você terá esse valor subtraído de seu limite no cartão de crédito, restando apenas 300 reais.

O pagamento recorrente, por sua vez, é feito a partir da contratação de um serviço por determinado período. Cada pagamento será feito no período estipulado pela empresa, sem gastar seu crédito, como se fossem pequenas compras separadas, e não um grande valor de uma só vez.

O que é crédito recorrente?

O crédito recorrente é o meio de pagamento mais popular entre as cobranças recorrentes. Isso porque ele garante que a compra será paga, mas sem depender do limite do comprador. Além disso, o assinante não precisa se preocupar quando será necessário pagar ou não, pois o valor vem em sua fatura do cartão de crédito.

No caso do pagamento de crédito recorrente, serão mensalidades recorrentes, ou seja, a cada mês, uma nova fatura do cartão virá com aquele valor cobrado. 

O crédito recorrente funciona da seguinte maneira: ao realizar a assinatura de um serviço, o comprador cadastra seu cartão de crédito como forma de pagamento. Todos os meses, a empresa daquele determinado serviço irá cobrar a operadora do cartão o valor do serviço oferecido. 

Cada cobrança será feita como se fosse uma nova compra, ou seja, como uma renovação. A operadora paga o serviço à empresa e repassa o valor ao dono do cartão, que será notificado na fatura. O comprador paga sua fatura de cartão de crédito, pagando a operadora pelo valor que foi repassado por ela à empresa de serviços.

Grandes exemplos desse tipo de assinatura recorrente são os serviços de streaming, como a Netflix, por exemplo. Todos os meses, a empresa recebe da operadora de cartão o valor referente ao serviço de filmes e séries e, em seguida, o comprador paga a operadora.

Para que serve o crédito recorrente?

O crédito recorrente serve para facilitar a vida do vendedor e do comprador. Isso porque quem vende o serviço não precisa se preocupar se irá ou não receber tal valor, pois a conta é paga pelas operadoras de cartão de crédito.

Para o comprador, o crédito recorrente é a despreocupação com boletos e datas de pagamento. Como esse valor irá vir na fatura de seu cartão, não há perigo de você esquecer de pagar. Além disso, o valor já estará pago, pois a empresa recebe da operadora.

Outro ponto importante é que esse meio de pagamento é mais vantajoso do que boletos e débito recorrente. Ambos necessitam do valor que a pessoa dispõe no banco, enquanto o crédito recorrente não depende do dinheiro que o comprador pré-dispõe ou não.

É necessário, no entanto, se atentar a um detalhe: por mais que esse crédito recorrente não dependa dos valores em débito em conta-corrente, ele irá depender do limite de seu cartão. Isso porque a operadora irá subtrair do seu limite aquele valor, ou seja, se seu limite for inferior ao valor da compra, a operadora não irá repassar o dinheiro para a empresa que faz essa gestão de assinaturas.

A empresa, nesse caso, atua com um plano para gestão de inadimplência. Uma das práticas mais utilizadas é a régua de cobrança para prevenir a inadimplência e garantir os melhores acordos e pagamentos. Esse procedimento é realizado através de uma plataforma de faturamento recorrente.

Como antecipar o crédito recorrente?

Muitos se perguntam como antecipar crédito recorrente. A antecipação de crédito é algo comum para as empresas, pois é uma forma de receber o dinheiro que será pago por seus serviços antecipadamente. 

De uma forma simples, é como se a empresa pegasse emprestado dinheiro com ela mesma, pois aquele valor que será retirado seria repassado em qualquer momento.

Realizar a antecipação do crédito recorrente, contudo, pode ser algo arriscado. Pois, mesmo que a antecipação de crédito tenha taxas menores do que as de cheque especial e empréstimos, esse desconto pode ser prejudicial. 

As taxas de antecipação variam de operadora para operadora, com o valor mínimo de 2%, chegando a 4% em alguns casos.

Além disso, a empresa que realiza a antecipação de crédito recorrente está diminuindo o dinheiro de seu caixa dos próximos meses. Pois, se você receberia 100 reais no mês seguinte, mas antecipou 50 reais para este mês, terá apenas 50 reais no próximo. 

Antecipações constantes desencadeiam um problema muito sério: valores baixos de caixa que criam buracos na contabilidade da empresa.

Para realizar a antecipação de crédito, a empresa deve entrar em contato com sua operadora, ou seja, aquela que cuida das cobranças para os operadores de crédito de seus clientes. Cada operadora possui critérios específicos para a antecipação, assim como taxas específicas. 

Minha empresa passou a aceitar crédito recorrente, como vou receber esse valor?

Uma das maiores questões é: como a empresa que aceita crédito recorrente recebe esse valor? 

Ao contratar uma operadora para o uso do crédito recorrente em sua empresa, toda a questão de repasse e pagamentos será feita por ela. Em resumo, o processo para a cobrança ou crédito recorrente e repasse do pagamento recorrente será da seguinte maneira:

  • O cliente de sua empresa escolhe o método de pagamento, no caso é o crédito recorrente, e aceita os termos referentes ao pagamento;
  • Em seguida, ele irá fornecer os dados de seu cartão de crédito, como nome do titular, número do cartão, código de segurança, entre outros dados;
  • Após receber esses dados, sua operadora de crédito recorrente fará uma cobrança automática para o cartão, que será agendada por um determinado período;
  • Toda vez que esse valor for pago, você receberá da empresa, em sua conta, o dinheiro das cobranças. 

Além do crédito recorrente, as empresas podem aceitar outros métodos, como o débito recorrente e o boleto recorrente, o que facilitará para o seu cliente escolher a melhor opção. 

Plataforma para cobrança do crédito recorrente

Quando falamos em faturamento recorrente, precisamos pensar em um sistema de CRM e Billing para dar suporte e automação ao relacionamento do ciclo de vida de um contrato e automatizar os processos de faturamento e serviço.

O NG Billing da Objective permite uma automação abrangente de toda esta operação, inclusive a integração e consistência de políticas com outros processos além da alçada financeira, como contabilidade, fiscal, equipes de vendas, estoque, entre outros. Para saber mais sobre os benefícios da plataforma para a cobrança por crédito recorrente, confira nosso artigo sobre os aspectos e desafios de uma plataforma de recorrência.

New call-to-action

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.