Internet quântica: A nova internet, com mais segurança

A internet quântica é uma tecnologia que está ganhando cada vez mais destaque no mundo da computação e da segurança cibernética. Com sua promessa de oferecer um nível sem precedentes de segurança, a internet quântica é considerada por muitos como uma das tecnologias mais promissoras do futuro. Embora ainda esteja em fase experimental, essa tecnologia pode revolucionar como a informação é transmitida e protegida na internet.

Neste texto, você conhece em detalhes o que é a internet quântica, como ela funciona e como pode transformar a segurança na internet.

O que é internet quântica?

A Internet Quântica é uma tecnologia que ajuda na transmissão de dados em nível quântico. Logo, opera com qubits que podem existir em vários estados ao mesmo tempo, ou seja, podem ser 0 e 1 simultaneamente. Essa tecnologia é um avanço para a computação que tem como base atual a troca de informações através dos bits clássicos.  

Por causa dessa propriedade, a internet quântica ajuda empresas e pessoas a transmitirem e armazenarem informação de maneira ainda mais segura, já que qualquer tentativa de interceptação ou observação da informação é rapidamente detectada.

Como funciona a internet quântica?

Para responder a essa pergunta, é necessário primeiro compreender alguns conceitos fundamentais da física quântica, como a superposição e o emaranhamento. 

No primeiro, as partículas subatômicas conseguem estar em múltiplos estados ao mesmo tempo. Já no segundo, é possível que dois ou mais qubits estejam intrinsecamente conectados, independente da distância que os separa.

Isso significa que, quando um qubit é alterado, o estado do outro qubit emaranhado muda no mesmo momento, pois o emaranhamento os torna matematicamente únicos. . Essa tecnologia torna a comunicação quântica extremamente segura.

Quais vantagens a internet quântica trará?

A internet quântica é uma tecnologia inovadora que promete trazer uma série de vantagens e benefícios significativos. Conheça os principais a seguir: 

Segurança aprimorada

A segurança cibernética é uma preocupação crescente na sociedade atual, e a internet quântica oferece uma solução promissora. Como visto anteriormente, qualquer tentativa de acesso não autorizado é logo detectada, garantindo um nível de segurança sem precedentes.

Comunicação quântica

Devido a suas propriedades, a comunicação quântica será instantânea, permitindo uma transmissão de informação em escala global mais rápida e eficiente. Esse aspecto impulsiona a colaboração científica, avanços tecnológicos e inovação em geral.

Processamento avançado

Uma das principais vantagens da internet quântica é o poder de processamento avançado que ela oferece. Já que os qubits quânticos, conseguem realizar cálculos muito mais complexos e em larga escala impactando de maneira significativa em áreas como a medicina, segurança nacional, serviços bancários e outros.

Criptografia quântica

A criptografia quântica é uma aplicação fundamental da internet quântica. Através do uso de chaves quânticas, é possível garantir a segurança absoluta das informações transmitidas. Isso significa que transações financeiras, comunicações confidenciais e trocas de informações sensíveis podem ser protegidas de forma mais eficaz evitando incidentes de segurança.

Como estão as pesquisas sobre internet quântica?

As pesquisas sobre a internet quântica, apesar de ainda estarem em andamento, não são tão novas quanto pensamos. Ainda em 1982, dois cientistas William Wooter e Wojciech Zurek,  já pensavam em maneiras de transportar informação de modo  que os fótons não pudessem ser clonados. Algo que era um tanto quanto inimaginável.

Já hoje, países como China, Estados Unidos, Holanda e Austrália estão na vanguarda, com pesquisas mais arrojadas sobre o assunto.

Para se ter uma ideia, em setembro de 2007 cientistas chineses utilizaram o primeiro telefone fixo de comunicação quântica de longa distância, que conectou Xangai a uma cidade a mais de 1,200 milhas. Além disso, em 2020, mais uma vez a China promoveu um novo experimento em que foi transmitida chaves quânticas por meio do satélite de comunicação quântica Micius para duas bases terrestres sem repetidores.

No contexto ocidental, temos os americanos aprovando em 2018 a Lei da Iniciativa Quântica Nacional, que visava estabelecer metas e prioridades para um plano de 10 anos que ajudaria a avançar o desenvolvimento de aplicações quânticas.

Outro exemplo que pode ser citado é uma parceria recente entre a Universidade de Tecnologia de Delft e a Organização Holandesa de Pesquisa Científica Aplicada em 2022, conseguiram criar uma rede quântica que permitia a transmissão de uma alta quantidade de dados por meio de três locais diferentes. Algo que, de acordo com Ronald Hanson, coautor do estudo, é um método bem poderoso para enviar informações.

Ainda em linha com a afirmação do pesquisador, o desenvolvimento de protocolos de comunicação quântica mais eficientes e confiáveis é outro ramo que os cientistas estão explorando.  O que envolve o aprimoramento dos sistemas de detecção de interferências e a redução de erros na transmissão de qubits. Além da busca por materiais e tecnologias mais adequadas para a construção de redes quânticas.

Os desafios da Internet Quântica

A internet quântica está emergindo como o futuro promissor da internet e do setor de telecom. Com o avanço da tecnologia quântica, estamos nos aproximando de uma nova era de comunicação, onde a conexão quântica será capaz de revolucionar como nos conectamos e transmitimos informações.

Porém, toda disrupção passa por diversos níveis e desafios, principalmente no campo da escalabilidade. Há alguns desafios em ambos as redes, clássica e quântica, como os exemplos abaixo: 

  • Escala absoluta, que afeta o roteamento e a nomenclatura em particular
  • Questões de privacidade, políticas de trânsito de tráfego desejadas
  • Ações e comportamentos inadequados, seja de maneira acidental ou intencional
  • Diferenças entre as tecnologias implantadas e as condições locais

Outro bom exemplo é a necessidade de computadores quânticos que segundo Samuraí Britto, Líder de Estratégia de Tecnologias Quânticas do Itaú, mesmo no exterior ainda está em um nível de maturidade muito inicial. Apesar de que conforme apontam outros estudos, temos indicações de que alguns protocolos de rede quântica não demanda grandes computadores quânticos, em certas situações, um computador com um qubit pode trabalhar com várias aplicações.

De acordo também com a própria Samuraí, as redes de fibra óptica que possuímos hoje não suportariam a internet quântica. Uma das soluções que a pesquisadora e outros cientistas entendem que seriam interessantes para operar essa rede do futuro, seria usar talvez satélites distribuidores de emaranhamento quântico.

Conclusão

Em suma, é interessante entendermos algumas abordagens que apontam que a internet quântica pode não somente ser o novo nível da internet como a conhecemos, mas também um complemento dessa internet clássica.

Porém, ainda são necessários diversos estudos, iniciativas sejam elas privadas ou estatais para vermos quem sabe em uma ou mais décadas toda a segurança, agilidade e rapidez que essa inovação pode nos trazer em nosso dia a dia.

Mas se hoje você quiser conhecer uma tecnologia que pode ajudar o seu negócio a alcançar um faturamento mais confiável, escalável e customizado, conheça agora um pouco mais sobre o NG Billing, a plataforma que vai te ajudar a entrar na fase da nova recorrência, confira!

Insights do nosso time

Obtenha insights do nosso time de especialistas sobre metodologias de desenvolvimento de software, linguagens, tecnologia e muito mais para apoiar o seu time na operação e estratégia de negócio.